Televendas: (73) 3671-4134
Whatsapp: (73) 99988-7720
RESERVAS DAS
08h às 18h
CHAME NO
WHATSAPP
PASSEIOS

Passarela do Álcool: vivendo de bar em bar em Porto Seguro

A Passarela do Álcool foi feita para quem gosta de bons drinks e de curtir a noite.

Passarela do Álcool

 

“Para viver e ser feliz”. Eis aqui a frase que traduz a estadia em Porto Seguro, município localizado no extremo sul da Bahia.

O lema é confirmado pelas 140 mil pessoas que moram na cidade fundada em 1534.

Após a leitura deste artigo, talvez Você também queira dar uma olhada em: 

  • Praia do Mutá – Uma obra prima da natureza esperando por você! 
  • Passeio em Trancoso – A melhor opção para quem quer conhecer as belezas de Porto Seguro
  • Praias de Porto Seguro – Saiba tudo sobre as melhores praias da região! 
  • Recife de Fora – Um contato único com a flora e fauna marinha do Brasil
  • Coroa Vermelha – Coroa Vermelha foi o ponto inicial da história do Brasil. Conheça tudo sobre esse magnifico local.

Seu hino logo revela: “Porto Seguro – oh! Linda praia iluminada. Oh! Ninho de ouro onde o Brasil nasceu”.

Ponto de chegada dos portugueses, Porto Seguro é quase toda um patrimônio histórico e, por essa razão, em boa parte dela não é permitida a construção de prédios com mais de dois andares.

Ligada pelo rio Buranhém a Arraial d’Ajuda, Trancoso e Caraíva, a cidade de Porto Seguro pode até ser famosa por seus 90 km de praias; mas o que faz mesmo sucesso é a conhecidíssima Passarela do Álcool.

Quer conhecer um pouco mais sobre esse ponto turístico? Leia este breve artigo antes de desfilar na Passarela mais famosa da Bahia.

Passarela do Álcool o Ponto de encontro (com o capeta!)

Passarela do Álcool

Na Passarela do Álcool, na Avenida do Descobrimento, o turista se encanta com a ousadia dos drinks.

A Passarela nunca dorme – depois de beber o “capeta”, então, aí mesmo que não se dorme. Ou será que dorme?!

O “capeta” mistura guaraná, cacau em pó, canela, leite condensado e vodca. É a bebida típica do ponto turístico mais frequentado na cidade.

A Avenida 22 de abril é a porta de entrada da Passarela do Álcool. Ali está a venerada calçada para aqueles que gostam de unir duas paixões: drinks e passeio noturno.

O comércio da região tem horário atípico. Muitos shoppings e lojas de artesanato funcionam até a meia-noite.

Embora considerados uma “atração menor” – já que os protagonistas por lá são os drinks e o artesanato local – há restaurantes mais sofisticados, especializados em comida francesa, japonesa e italiana.

Na Passarela do Álcool, os quitutes cabem no bolso.

Os restaurantes de comida por quilo oferecem opções mais baratas. Deguste tudo para encher a barriga e, na sequência, vá se lambuzar com o tal “capeta”, uma mistura intrinsicamente baiana disponível nos quiosques da passarela.

Na Passarela do Álcool, a disputa é acirrada: qual barraca serve o drink mais gostoso?

Onde comer, beber e curtir na Passarela do Álcool 

Passarela do Álcool

A visitação à Passarela do Álcool é um bom momento para experimentar os tradicionais sabores baianos.

O melhor é que é possível degustá-los em praticamente cada esquina ou mesmo cumprir o ritual de sentar em restaurantes.

Não faltam opções.

O Beco está na virada da esquina da Passarela do Álcool. É uma mistura de bistrô, café, sushi, crepes e até doces portugueses.

Outra sugestão é o Portinha. A melhor pedida por lá é o bufê de pratos gourmet, massas e filé de peixe fresco. Não desperdice a oportunidade de comer no pátio arborizado.

Já a Tia Nenzinha, tipicamente baiano. É tradicional e está, desde 1976, na Passarela do Álcool servindo a famosa casquinha de siri na baguete torrada.

Um pouco mais na frente, encontramos o Colher de Pau, representando a culinária baiana praiana fina – e informal.

Passarela do Álcool em detalhes

As lembrancinhas na Passarela do Álcool não são tão caras assim, mas é sempre bom pechinchar.

Caminhe até o final dela e pare na Sorveteria Coelhinho. Dica: quanto mais afastado das barracas mais famosinhas de “capeta”, mais baratas as compras e as guloseimas ficam.

Diz-se que o “capeta” injeta a vontade de comprar. Deixa os turistas mais animados.

Seja pelo chocolate ou pela vodca, o “capeta” (que mistura dos dois!) é só uma das injeções de animação.

A verdade é que as barracas seduzem com suas variedades de artesanato, de roupa de praia, de camisetas e de vestidos para o verão.

Não que Porto Seguro seja quente assim. A temperatura média é de 24,4 graus.

Mas, sim, o clima quente e úmido são o sinal verde para os vestidinhos mais frescos.

O carrinho de doces Doces Típicos Valentina é outra tentação.

A surpresinha é o chocolate natural e 75% cacau, feitos pelas mãos dos donos.

No entorno, mais doces; ou melhor, as bandejas de doces fazem sucesso: trufas recheadas, mousse de maracujá, brigadeiro e por aí vai.

A variedade faz qualquer mineiro (que bem entende de doces) se render.

Na Passarela do Álcool, a decoração das barracas, feita com arranjos de frutas, chamam a atenção dos turistas.

Dica de quem foi: vá à noite, compre uma sandália bem “bicho grilo” e caminhe, confortavelmente, pela Passarela.

Depois de visitar a Passarela do Álcool, todos seguem para a orla, onde a festa continua nos restaurantes e barracas de praias, com shows, animação e, sim, clima de paquera.

Um pouco sobre Porto Seguro

Porto Seguro é uma cidade cheia de significado histórico. Os navegadores portugueses chegaram ao Brasil por Porto Seguro.

A descoberta do Brasil em 1500 insere-se no ciclo das navegações em busca do melhor caminho para as Índias.

Eram os tempos modernos que se iniciavam com um movimento geral de renovação, o Renascimento, e Porto Seguro foi a cidade onde os luso-brasileiros fixaram-se e iniciaram a exploração pelas costas do Oiapoque, ao norte, à baía de Paranaguá, em Santa Catarina, ao sul.

É uma das mais rústicas da Bahia. O pequeno centro histórico e as ruas são sossegadas durante o dia, já que boa parte dos turistas aproveitam para conhecer as praias da região.

A região norte exibe a principal característica das praias de Porto Seguro: a longa baía cheia de barracas, dividindo, de forma invisível, as praias de Taperapuã, Mundaí, Itacimirim, Curuípe e, mais afastada, Santo André.

São, praticamente, 20 quilômetros de praias, nos quais estão os famosos quiosques Tôa-Tôa e Barramares com seus luaus noturnos e dançarinos.

Hotéis sugeridos – Onde se Hospedar próximo a passarela do Álcool 

Best Western Shalimar Praia Hotel

Passarela do Álcool

O Hotel Best Western Shalimar tem boa localização e atrai os que vão a Porto Seguro a trabalho.

Hotel da Praia

Passarela do Álcool

Com localização privilegiada, em frente à famosa área da Passarela do Descobrimento, fica a cinco minutinhos de carro da Praia de Pitangueiras.

Pousada Rigatoni Beach

Passarela do Álcool

O Rigatoni tem boa estrutura e é um convite ao descanso: fica em frente ao mar.

Ravenala Hotel

Passarela do Álcool

O Ravenala Hotel tem wi fi e estacionamento gratuito.


 

O que achou desse incrível conteúdo Sobre Espelho?? Espero que tenham gostado! Deixe os seus comentários e sugestões logo abaixo, vamos adorar responder! 

E se você quiser conhecer mais de Porto Seguro, confira o nosso Blog. Se quiser saber quais as melhores atrações de Porto Seguro ou reservar este passeio, você pode dar um olhada nos nossos Passeios em Porto Seguro

Passarela do Álcool
Compartilhar é se importar! 😀

Publicações Relacionadas



Participe, deixe suas Dúvidas ou Dicas aqui!

Comments are closed.