Televendas: (73) 3671-4134
Whatsapp: (73) 99988-7720
RESERVAS DAS
08h às 18h
CHAME NO
WHATSAPP
PASSEIOS

Saiba tudo sobre o centro histórico de Porto Seguro

Conheça o Centro Histórico de Porto Seguro, saiba sobre o seu charme, seus pontos turísticos e sua importância para a história do Brasil.

Centro Histórico de Porto Seguro

As marcas da herança colonial são evidentes em Porto Seguro, em especial no seu centro histórico. Ao recuperar os fatos fica fácil perceber o grande valor histórico e cultural da cidade.

Após a leitura deste artigo, talvez Você também queira dar uma olhada em: 

  • Praia do Mutá – Uma obra prima da natureza esperando por você! 
  • Passeio em Trancoso – A melhor opção para quem quer conhecer as belezas de Porto Seguro
  • Praias de Porto Seguro – Saiba tudo sobre as melhores praias da região! 
  • Recife de Fora – Um contato único com a flora e fauna marinha do Brasil
  • Coroa Vermelha – Coroa Vermelha foi o ponto inicial da história do Brasil. Conheça tudo sobre esse magnifico local.

O porto naval, o convento e a igreja Nossa Senhora da Misericórdia foram construídos, em 1526, por jesuítas que acompanharam a expedição responsável por fundar Porto Seguro.

Dentre as razões que motivaram os colonizadores a partir para a conquista ultramar estava a procura de regiões onde não houvesse a concorrência comercial como havia nas Índias.

Enquanto os outros países se ocupavam do comércio entre eles com o deslocamento das rotas comerciais para o mar, Portugal partia em conquista da África, com o périplo africano, de onde tirou ouro, marfim, escravos e pimenta malagueta, para tentar alcançar as Índias pelo oriente, e das Ilhas do Atlântico.

Outros registros acrescentam que Portugal lançou-se nessa aventura pelos mares principalmente por três fatores: a tecnologia de navegação e experiência comercial que possuíam; o caráter centralizado de seu Estado.

Eram assim um império salvacionista, que buscava riqueza, e partiam como neocruzados cujas ações e a mentalidade eram sustentados pela igreja, assumindo até o Estado português funções de distribuir cargos sacerdotais com o padroado papal.

A ideia de ocupar e povoar não ocorreu de início, mas apenas a de usar as colônias como feitorias. Com o tempo, viram que as feitorias não funcionariam em terras brasileiras, uma vez que se tratava se um território primitivo e sem mão-de-obra eficaz nesse sentido.

Eis que surge a ideia de iniciar um povoamento, mas apenas para abastecer e manter as feitorias e organizar a produção dos gêneros que interessavam ao seu comércio.

Ou seja: a princípio não havia outra forma econômica senão a extração de peixes, peles e pau-brasil.

O centro histórico reflete um pouco de todo esse momento que fez parte da história do Brasil. Conta com o Marco do Descobrimento, o Museu do Descobrimento, a igreja Nossa Senhora da Misericórdia, a igreja Nossa Senhora da Penha e a capela de São Benedito.

O Memorial da Epopeia do Descobrimento é outra referência: uma réplica do primeiro navio a desembarcar na costa brasileira não lança dúvidas de que conhecer Porto Seguro tem relevante importância histórica.

Localização do Centro Histórico de Porto Seguro

Porto Seguro é um município situado no sul do estado da Bahia. Os municípios limítrofes são Santa Cruz Cabrália e Prado.

Para mais informações turísticas, visite o quiosque da Praça dos Pataxós de segunda a sábado das 10 às 18 horas.

Pontos imperdíveis para visitar no centro histórico de Porto Seguro

Tombado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) desde 1973 como Patrimônio Histórico Nacional, e reconhecido pela UNESCO no ano 2000 como Patrimônio Natural da Humanidade, o Centro Histórico de Porto Seguro, localizado na Cidade Histórica, leva às origens do Brasil, voltando ao período do Descobrimento.

O local tem prédios do século XVI. A geografia quase parece um museu natural – um cenário que já havia cativado os primeiros visitantes em abril de 1500, servindo de inspiração para Pero Vaz de Caminha.

Para quem não lembra, Pero Vaz de Caminha era escrivão da armada de Pedro Álvares Cabral.

O Marco do Descobrimento é um monumento trazido de Portugal junto com as caravelas da frota.

Centro Histórico de Porto Seguro

A Igreja Nossa Senhora da Pena, padroeira da cidade, tem uma torre em louça de Macau e possui em seu interior imagens sacras dos séculos XVI e XVII.

O local abriga, por exemplo, a imagem de São Francisco de Assis do século XVI. Tem estilo rococó (manifestação do movimento barroco) em toda a construção, principalmente nos altares.

Centro Histórico de Porto Seguro

Igreja de Nossa Senhora da Penna

A Igreja Nossa Senhora da Misericórdia, de 1526, conserva a imagem rara do Nosso Senhor dos Passos, com olhos de vidro, dentes de marfim e gotas de sangue confeccionadas com rubi.

A igreja Nossa Senhora da Misericórdia possui estilo barroco e conserva as paredes e a parte central desde sua origem. É a igreja mais antiga do Brasil.

Centro Histórico de Porto SEguro

Casa da Câmara e Cadeia

A Casa da Câmara e Cadeia é referência por abrigar o Museu de Porto Seguro. Sua exposição retrata a vida indígena anterior à chegada dos portugueses ao Brasil, e é possível ver diversos artefatos utilizados por tribos brasileiras. Na parte inferior do está a cadeia, onde ficavam os presos da época.

A Casa da Lenha era uma casa onde os produtos que seriam embarcados ficavam armazenados. A sua localização, próxima ao Rio Buranhém, facilitava muito a operação de embarque.

O casarão, que teve seu traço original preservado, abriga atualmente o gabinete do executivo municipal, ou seja, a sede da prefeitura de Porto Seguro. 

Sua localização está mais afastada dos pontos citados anteriormente, estando mais próxima do Passarela do Descobrimento e da Praça Manoel Ribeiro Coelho.

Centro Histórico de Porto Seguro

Igreja de São Benedito, parte do Centro Histórico de Porto Seguro.

Já a Igreja de São Benedito, construída pelos jesuítas, guarda as ruínas da primeira escola jesuíta do Brasil. Foi construída a meados do século XVI pelos Jesuítas na atual Rua Dr. Antônio Ricaldi.

Os jesuítas têm grande importância na vida histórica brasileira. Houve vários conflitos, principalmente entre colonos e índios e entre colonos e jesuítas.

O principal conflito se deu pelo choque de mentalidade entre os recém-chegados e os locais. Os índios eram considerados improdutivos por conta da vida levada dia a dia sem acúmulo de riquezas.

Os jesuítas estabeleceram inúmeras missões autossustentáveis em que tentavam recriar o modo de vida do índio, o que lhes foi extremamente prejudicial, dizimando sua população através das doenças trazidas pelos colonos.

Pelo fato de reunirem vários índios nessas missões, entravam em conflitos frequentes com os colonos, que queriam se apossar dos índios para realizarem seus trabalhos de extração.

Para o colono era extremamente conveniente formar vínculos com os indígenas, pois esses lhe serviriam na extração de pau-brasil e outros produtos tropicais.

Assim, os colonos invadiram muitas dessas missões e mataram índios e saquearam os jesuítas. Não era tão fácil aliciar os índios, então se intensificou sua escravização.

A Coroa ficou do lado dos colonos, nesse contexto de conflito de interesses na nova colônia, o que culminou na expulsão dos jesuítas do Brasil.

Aprofundamos um pouco na história da colonização propositalmente. Agora é só vez de mergulhar neste cenário de descobertas. Compartilhe suas dicas de Porto Seguro!


Gostou de conhecer mais sobre este incrível lugar?  Espero que tenham gostado! Deixe os seus comentários e sugestões logo abaixo, vamos adorar responder! 

E se você quiser conhecer mais de Porto Seguro, confira o nosso Blog. Se quiser saber quais as melhores atrações de Porto Seguro ou reservar este passeio, você pode dar um olhada nos nossos Passeios em Porto Seguro

Centro histórico de Porto Seguro
Compartilhar é se importar! 😀

Publicações Relacionadas



Participe, deixe suas Dúvidas ou Dicas aqui!

Comments are closed.